Um jogador autoexcluído contactado pelo casino LeoVegas para reclamar prémio

jogador-autoexcluido-contactado-pelo-casino-para-reclamar-premio

Várias semanas depois de se auto excluir no casino LeoVegas, um jogador foi convidado a voltar ao site para receber um prêmio de £100.

Um jogador disse que foi contatado pelo casino online onde ele se tinha “autoexcluído”, para reivindicar um prêmio de £ 100 na altura em que se encontrava a lutar contra o seu vício, segundo reportou The Mirror.

Andy Fowler tinha-se autoexcluído do jogo online na LeoVegas depois de perder mais de £ 40.000 durante um período de dois anos e perceber que era viciado em jogos de Fortuna e azar.

Um convite que causa problemas

Várias semanas depois de se auto excluir no casino online, o jogador recebeu uma mensagem que o convidou a voltar ao site de jogos e reivindicar um prêmio de £ 100. Aqui é importante notar que o Sr. Fowler entrou no sorteio antes de tomar a decisão importante de se autoexcluir.

O Sr. Fowler disse aos media que se se tinha autoexcluído num casino em particular, que não deveria ser contatado por esse casino por qualquer motivo que pudesse encorajar seu vício. O ex-jogador LeoVegas continuou dizendo que, embora ele não pudesse ter gasto o prémio de £ 100 nesse casino, ele poderia ter ido a qualquer outro casino online e gastar o dinheiro lá.

De acordo com os regulamentos do jogo do Reino Unido, os jogadores com comportamento problemático podem se autoexcluir do jogo num site de jogo ou outro, por um período de cinco anos. Durante esse período, eles não devem ser contatados pelo site e não devem ser apresentados com nenhum conteúdo promocional que possa alimentar o vício do jogo.

LeoVegas, que entrou no mercado de apostas on-line do Reino Unido em 2015, disse que o único propósito da sua comunicação com o Sr. Fowler era informá-lo sobre o prémio de £ 100, relativo ao sorteio para o qual ele havia entrado antes de se proibir do site do casino.

O operador iGaming afirmou que não pretendia anunciar nenhum dos seus produtos para o jogador autoexcluído e que acreditava que estava a agir em plena conformidade com os regulamentos do Reino Unido para a prestação de serviços de apostas sociais de responsabilidade social.

A UK Gambling Commission vai investigar e talvez penalizar

A responsabilidade social e a incapacidade dos operadores de conduzir atividades iGaming de forma socialmente responsável podem-se transformar numa das razões para uma repressão maciça no espaço de jogo on-line do Reino Unido. A UK Gambling Commission anunciou que irá realizar investigações a 17 operadores licenciados por falhas graves na implementação do controlo adequado contra o branqueamento de capitais e no tratamento de problemas de comportamento de jogo de forma apropriada.

A Comissão disse numa carta a todos os operadores licenciados que realizam atividades de jogo no Reino Unido que devem assegurar que as suas operações sejam totalmente compatíveis com os códigos e regulamentos contra o branqueamento de capitais e a responsabilidade social, e que todos eles enfrentam fortes sanções se forem cometidas violações.

A autoexclusão refere-se à opção do próprio jogador de se proibir de jogar, caso tenha algum problema com o jogo, dificuldade em controlar o tempo ou o dinheiro gasto com o jogo, ou outro sinal de risco.

Em Portugal, segundo as ultimas estatísticas datadas de 30 de setembro de 2017, encontravam-se autoexcluídos da prática de jogos e apostas online 13,1 mil jogadores, valor superior em 1,6 mil face ao registado no final do 2º trimestre de 2017 (11,5 mil). Os jogadores autoexcluídos representavam cerca de 2,0% dos jogadores registados nos sítios na Internet das 7 entidades com licença na altura.

Durante o 3º trimestre de 2017, autoexcluíram-se cerca de 4100 jogadores, mas por outro lado, no mesmo período deixaram de estar autoexcluídos 2500 jogadores (seja por ter terminado o prazo inicialmente fixado, seja por antecipação do termo por iniciativa do jogador).

Avaliação dos Jogadores

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Esqueceu a sua password?

/ Registar